Abigail

Abigail

 Antes de Davi se tornar o legítimo rei sobre Israel, ele teve que fugir das perseguições de Saul como um pobre refugiado, embora ele já tivesse sido ungido rei. Na época de sua condenação, haviam várias pessoas que o apoiavam porque sabiam e reconheciam que Deus o havia nomeado rei. Mas isto significava compartilhar perseguições, dificuldades e privações com o líder. Não foi uma vida fácil.

 Mas com a morte de Saul, tudo mudou. Depois de Davi ter sido oficialmente instituído rei, aqueles que compartilharam de suas aflições, agora estavam entre os homenageados do rei em governo.

 Entre os seguidores de Davi estava Abigail, a esposa de Nabal, que mais tarde, após a morte de seu marido, tornou-se até mesmo a esposa de Davi.

 Davi é uma figura do Senhor Jesus, que foi crucificado sendo o legítimo REI e ainda hoje é o rejeitado e desprezado neste mundo. Todos os que O conheceram como seu Salvador pessoal são chamados a segui-Lo como Seus discípulos. E assim como não foi fácil estar ao lado de Davi na época do rei Saul, hoje nem sempre é fácil seguir o desprezado Jesus neste mundo e seguir conscientemente ao lado dEle. Mas vale a pena!

 Com a Abigail encontramos alguns conselhos que podemos aplicar à nossa jornada.

 Antes de tudo, queremos afirmar que todos os crentes são chamados a ser discípulo, homens e mulheres! Não pense que o discipulado é apenas para homens de fé aprovada. Todos nós somos desafiados.

 Conversão

 O início de uma vida com o Senhor Jesus é a salvação. Isto inclui o arrependimento dos pecados cometidos e uma reviravolta da vida anterior, vivida conforme sua própria vontade, onde não se importava com Deus, nem tão pouco com a fé no Senhor Jesus e em sua obra de redenção. Encontramos um exemplo disso no reconhecimento de Abigail confessando sua culpa diante de Davi:

 E lançou-se a seus pés, e disse: Ah, Senhor meu, minha seja a transgressão" (1 Sm 25:23,24).

 Decisão sobre seguir

 Depois que Deus havia ferido Nabal, o marido de Abigail, e ele havia morrido, lemos em 1 Samuel 25:39-42: “E, ouvindo Davi que Nabal morrera, disse: Bendito seja o Senhor, que julgou a causa de minha afronta recebida da mão de Nabal, e deteve a seu servo do mal, fazendo o Senhor tornar o mal de Nabal sobre a sua cabeça. E mandou Davi falar a Abigail, para tomá-la por sua mulher.Vindo, pois, os criados de Davi a Abigail, no Carmelo, lhe falaram, dizendo: Davi nos tem mandado a ti, para te tomar por sua mulher.Então ela se levantou, e se inclinou com o rosto em terra, e disse: Eis que a tua serva servirá de criada para lavar os pés dos criados de meu senhor.E Abigail se apressou, e se levantou, e montou num jumento com as suas cinco moças que seguiam as suas pisadas; e ela seguiu os mensageiros de Davi, e foi sua mulher.

Assim como Abigail foi liberta de seu marido mau, nós fomos libertos do pecado, do mundo e da lei para pertencer somente a Deus (Rm 6:22; 7:4; Gl 1:4; 6:14).

Naquela época, Davi estava cortejando Abigail. Hoje o Senhor Jesus "corteja" todos aqueles que Ele resgatou. Ele quer fazer de nós seus seguidores. Ele não está forçando ninguém, mas Ele está perguntando a você e a mim: “Segue-me?”.

Em Lucas 9:57-62, o problema do discipulado é ilustrado através de três pessoas que foram confrontadas com a questão seguir o Senhor:

 - Um discípulo do Senhor não tem promessas de vantagens materiais para esta terra no tempo presente;

-O Mestre reivindica o primeiro lugar em nossas vidas. Ele vem sempre primeiro;

-Um discípulo do Senhor não deve ter reservas; não pode impor condições. O Senhor quer nossa entrega total a Ele.

 Abigail sabia que Davi havia sido ungido rei por Deus (1 Sm 25:30). Agora ela respondeu ao seu convite com uma decisão clara. Ela não esperou para ver como as coisas iriam acontecer. Ela não era como muitos crentes que querem desfrutar de algo do mundo antes de seguir o Senhor Jesus completamente.

 A humilde disposição de Abigail é relevante. Ela, a rica proprietária de terras, estava disposta a lavar os pés dos criados de Davi, ou seja, a fazer trabalho de escravo. Neste sentido, a submissão ao Mestre é ainda hoje uma característica do discípulo.

 Imediatamente após sua conversão, Saulo de Tarso perguntou: "Senhor, que farei?(Atos 22:10).

 Abigail saiu imediatamente. Ela não queria primeiro fazer alguma das coisas que havia planejado. Uma e outra vez se encontram crentes convertidos há algum tempo, mas que hesitam em ser batizados a fim de testemunhar publicamente que querem seguir o Senhor. O que você acha que eles estão esperando? Será que eles temem que, ao demonstrar dizer sim ao seu Salvador e Senhor, eles percam algo na vida?

 A vida com o rejeitado

 De agora em diante, Abigail compartilha a vida de refugiado com Davi. Quando ele é mencionado com os seus, ela também faz parte desta lista, Abigail agora também é mencionada (por exemplo, 1 Sm 27:2-3). Esta vida trouxe consigo renúncia e desprezo. Entretanto agora, ela vivia ao lado daquele que viria a se tornar rei. - Assim, um seguidor resoluto do Senhor Jesus pode talvez ter que sofrer neste mundo; talvez possa ser discriminado, zombado, deixado de lado. Mas ele está do lado Dele a Quem tudo pertence e que logo aparecerá em glória com os seus.

 Em que tipo de associação estava Abigail com Davi? Não foi a elite do povo que se colocou ao lado do – Davi perseguido (1 Sm 22:2). Mas todos esses depositaram nele sua confiança. Interessantemente, muitos deles são encontrados mais tarde na lista dos heróis de Davi. O que contava quanto a essas pessoas não eram méritos externos, mas sua atitude de coração para com Davi e sua determinação em defendê-lo (por exemplo, 2 Sm 23:15-17). - A maioria daqueles que hoje estão entre os escolhidos de Deus são considerados pelo mundo como, tolos, fracos e desprezíveis. Mas isso não importa para o Senhor. Ele olha para o nosso coração. Oh, Ele se alegra quando depositamos toda nossa confiança Nele e realmente Lhe damos o primeiro lugar em todos os sentidos.

 Captura e libertação  (1 Sm 30:3 e 18)

 Abigail teve que aprender que a vida com Davi não era só árdua, mas até mesmo trazia sofrimento. Quando os amalequitas atacaram Ziclague, ela também foi capturada.

 Discípulos do Senhor também hoje experimentam a inimizade do mundo. Muitos que confessam claramente o Senhor Jesus sofrem desvantagem. Os crentes determinados experimentam por vezes que os amigos se tornam inimigos.

 Mas, assim como Abigail experimentou a salvação através de Davi, assim nós também podemos experimentar a ajuda do Senhor. Ele pode nos tirar de situações desesperadoras ou então nos carregar e transportar por meio delas. Em qualquer caso, não queremos ser desencorajados, deprimidos ou assustados por experiências negativas no mundo e com o mundo.

 Chegando ao destino

 Em 2 Samuel 2:2- 4 nos é dito o que aconteceu após a morte de Saul. Davi foi ungido rei em Hebron. Todos os que haviam compartilhado a vida de refugiado com Davi experimentaram esta coroação de perto. Abigail estava agora ao lado do rei legítimo, reconhecido pelo povo.

 Também o nosso destino é bem semelhante a esse. Compartilharemos a glória com Ele, de quem fomos discípulos. 2 Tessalonicenses 1:10 diz até mesmo que nos é permitido fazer parte de Sua glória: “Quando vier para ser glorificado nos seus santos, e para se fazer admirável naquele dia em todos os que crêem” Naquele dia, haverá também recompensas por cada fidelidade que Ele encontrou em nossas vidas. " E Jesus, respondendo, disse: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho; Que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna.”(Mc 10:29-30). Cem vezes receberemos! Que o exemplo de Abigail nos encoraje a seguir ao nosso Senhor de todo coração e em total fidelidade.

 

Publicado em (https://haltefest.ch)

Volume: 1992 - Página: 197 Autor: Marcel Graf [1]

Deposito de literatura cristã

Traduzido por Lóide Bremicker