As Dispensações

 Queridas irmãs, como é importante ter conhecimento das diferentes dispensações ao longo da história da humanidade, ainda mais que estas caracterizam períodos pelas revelações que Deus fez aos homens e pelas disposições que tomou para com eles em sua soberana administração. E por isso hoje quero trazer um breve resumo sobre cada uma delas:

 As setes dispensações:

 Inocência - foi a época em que o primeiro casal humano se alegrava nas bênçãos do paraíso de Deus aqui na terra, o jardim do éden, sem ter a convicção do bem e do mal. Esse período foi abruptamente interrompido pela introdução do pecado.

 Consciência - se estende desde Adão, após sua queda no pecado, até Noé, compreendendo, segundo a contagem de tempo bíblica, um espaço de aproximadamente 1.656 anos. Nesse período, Deus ainda não havia estabelecido ordens quanto à convivência dos seres humanos, nem regulamentado o relacionamento deles com Deus. Mas, pela queda no pecado, o homem recebeu - e Deus já havia previsto isto - a consciência, a ciência do bem e do mal, tornando-se, na expressão do próprio Deus, “como um de nós, sabendo o bem e o mal” (Gn 3:22).

 Governo humano - Deus entregou ao homem - a Noé - a espada, para que fosse mantida a ordem e a moral na terra (Gn 9:3-7). Essa dispensação estendeu-se de Noé até Abraão, um período de 450 anos. Para estabelecer um limite a violência do homem, Deus de certa forma confiou o governo - até então de Sua alçada exclusiva - à mão do homem, “Quem derramar o sangue do homem, pelo homem o seu sangue será derramado…” (Gn 9:6).

 Promessa - a promessa é encontrada como princípio dominante de parte de Deus. Deus conduzira Abraão de Ur dos caldeus até Canaã e prometeu fazer dele uma grande nação … Mais tarde, Deus prometeu um filho a Abraão… Esse filho é uma figura maravilhosa de algo muito maior: Cristo.

 Lei - compreende o tempo de Moisés até Cristo - um período aproximado de 1420 anos. Essa época toma o maior espaço nos ensinamentos do Antigo Testamento e se reveste de extraordinária importância. A lei, outorgada ao povo de Deus - Israel - sob a forma de ordenanças, propagou uma clara luz sobre os pensamentos e a natureza de Deus e contém excelentes indicações acerca de Cristo e sua obra (determinações dos sacrifícios…)

 Graça - época presente, na qual vivemos, a dispensação cristã. Começou no dia de Pentecoste (At 2) e terminará com o arrebatamento da Igreja (1 Ts 4:15-17). Esta época é a mais importante e a mais elevada nos caminhos de Deus, no que se refere à forma pela qual o ser humano pode obter sua salvação: é a era da Igreja nesta terra; a era na qual Deus convida os pecadores a sair deste mundo, a fim de conduzi-los à sua maravilhosa luz.

 Reino milenar - começará com a aparição do Senhor em poder e glória (Ap 11:15-18) terminando com o grande trono branco (Ap 20:10-15), no qual os mortos que não aceitarem a Cristo pela fé serão julgados e lançados para sempre no lago de fogo.

 

Que possamos, amadas, meditar na Palavra, e ter em mente qual a revelação de Deus para nossas vidas, principalmente quando esquadrinhemos as sagradas escrituras e conseguimos discernir o que nos foi deixado como exemplo, o que foi escrito para o povo de Deus - os judeus- e o que tange a nós, filhas do rei, membros da Igreja.