Filhos, Herança

Hoje vamos falar um pouco sobre filhos, e como não podemos dar conselhos sobre algo em que não vivenciamos, vale ressaltar que no meu caso tive quatro filhos, com diferença da primeira ao último de quatro anos e meio. Vocês podem estar dizendo: Uauuuuu, como conseguiu? E eu posso responder: somente com ajuda do Senhor.

Na palavra de Deus, vemos em Salmos 127:4,5 “Como Flechas nas mãos do guerreiro, assim são os filhos da mocidade. Feliz o homem que enche dele sua aljava”. Não quero vir aqui e dizer quantos filhos vocês devem ter e/ou se terão, cabe ao casal buscar uma perspectiva de Deus para esse tema. Quero através desta matéria convidá-las a meditar sobre o assunto e conversar de maneira franca, quais as convicções, medos e perspectivas que cada um tem a respeito de ter filhos. Se levarmos em conta que os filhos são dadivas de Deus e não um acidente de percurso, teremos a certeza que Ele também nos proporcionará auxílio quanto a todas as coisas necessárias para a criação de tais.

Posso dizer com toda a certeza que não será fácil, custará um bocado de sacrifícios, terá que negar a si mesmos para criá-los, noites mal dormidas, casa bagunçada, mamadeiras esparramadas pela casa, resfriados, preocupações, enfim, poderia continuar com uma lista enorme de alertas quanto a esse novo passo, no entanto, não existirá nada mais gratificante no mundo ao ver uma miniatura sua e de seu esposo, com os olhinhos cheios de vida, os chamando de papais.

Em hebraico a palavra filho significa: Vida da Casa. Na Bíblia são: heranças, plantas viçosas, brotos de oliveiras, alegria, coroa. Eles são um empréstimo com um propósito divino, que é sermos uma família de muitos filhos semelhantes a Jesus, para louvor de sua glória (Romanos 8:29 e Efésios 1:5,6).

Como pais temos a responsabilidade de criá-los no caminho do Senhor. Podemos contar com auxiliadores de fé como: avós, tios e amigos, mas para o pais conhecedores da palavra recomendo a leitura de provérbios 22:6 "Ensina a criança no caminho que deve andar, e mesmo quando velho não se desviará dele.”

A nós cabe acima de tudo ensinar valores que trarão benefícios para toda a sua vida, como: Humildade, cortesia, perseverança, responsabilidade, otimismo, gratidão, lealdade, compaixão, tolerância, flexibilidade, integridade e outros. Quero deixar uma história que li e me ajudou muito nas minhas escolhas quanto a educação dos meus filhos.

 

            “Um engenheiro civil, viu três homens trabalhando em uma construção, usando tijolos e argamassa. Ele foi ao primeiro trabalhador e perguntou:" O que você está fazendo?" O operário respondeu:” Estou assentando tijolos.” Foi ao segundo trabalhador e fez a mesma pergunta. A resposta foi: “Estou construindo uma parede.” Ao perguntar ao último trabalhador, sua resposta foi:“Estou construindo uma catedral.

 

Nosso processo ao educar filhos pode ser de igual forma, assentaremos tijolos, levantamos paredes ou construiremos catedrais para uma próxima geração. Que o Senhor nos capacite e nos ajude a não perdermos de vista aquilo que realmente tem valor eterno.

 

Com amor.

Mi Ometto  

Clique aqui e leia outros artigos.