Medo!

Hoje vamos falar um pouco sobre uma armadilha chamada medo. Ele pode nos entorpecer ou desanimar,  pode nos intimidar e nos fazer sentir inferiores a outros ou incapazes diante de qualquer circunstância, tornando objetos e condições pequenas  em coisas gigantescas e insuperáveis.

Podemos até amenizar os termos como: "estou preocupado com isso” ou “tenho pensado bastante sobre isso”. Mas por mais filosófico que possa parecer, muitos de nós temos que admitir que sentimos medo (do futuro, de fracassar na vida, até da própria vontade de Deus).

O medo é o sofrimento emotivo da alma do descrente. Quando nos sentimos amedrontados é a luz de alerta de Deus para nós dizendo que precisamos reagir com fé. Lembre-se: o medo e a fé não coexistem no mesmo lugar.

Muitas vezes Satanás pode fazer com que o medo envolva a nossa alma, por isso Pedro diz na sua primeira carta 5:8: “Sede sóbrios e vigilantes…”. Embora algumas vezes o inimigo possa ganhar algumas poucas batalhas, sabemos que a vitória final é do nosso Deus.

No mais, minhas amadas,  há um temor bom que devemos buscar constantemente que é aquele que está em Prov 1:7:”O temor do Senhor é o princípio da sabedoria”, quando tememos a Deus, começamos a compreender que esse temor nos ajuda a honrá-lo, a sermos dependentes, e nos protege do pecado. Além disso, Provérbios 29:25 diz: “Quem teme ao homem arma ciladas, mas aquele que confia no Senhor está seguro”. Uma boa coisa é pedirmos ao Senhor que nos ajude a teme-lo, e a lançarmos fora o medo que nos impede de prosseguirmos para um novo caminhar, pois “Assim conhecemos o amor que Deus tem por nós e confiamos neste amor. Deus é amor…1 Jo 4:16”, e “No amor não existe medo, antes o verdadeiro amor lança fora o medo. 1Jo 4:18”.

Faça uma pesquisa sobre "Não temer” na Bíblia, você ficará surpresa ao ver o quanto o Senhor nos pede para que não tenhamos medo.

Deus nos protege, fortalece, ajuda e nunca nos abandona! (memorize Isaías 41:10)

 

Com amor.