Provérbios 31:26

"Quando abre sua boca, fala sabiamente em sua língua, há instrução amorosa"

Provérbios 31:26

 

Uma das coisas mais difíceis na vida de uma mulher é quando ela está em um grupo de amigas e, de repente, tem aquela que sabe tudo e não deixam as outras falarem… Temos que investigarmos e analisarmos se muitas das vezes não temos agido assim (quando um assunto me interessa muito, tendo a falar demais). Contudo, quando falamos aquilo que sabemos, com um toque de amor sincero, tenho a certeza de que todos envolvidos no assunto crescem no conhecimento e no vínculo do amor fraternal, afinal é esse um dos propósitos da Palavra (2 Pe 3:18). Esse processo de crescimento é uma escolha individual, constatamos no exemplo: uma criança quando nasce já é constituída de uma programação divina para crescer, o corpo se desenvolve, no andar, no falar, mas para ter um conhecimento do saber, ciência teórica ou prática, ela necessita de alguém que lhe ensine. Da mesma forma constitui a nossa vida cristã, em Efésios capítulo 4 temos instruções claras sobre este crescimento, mas no versículo 15 ressalta: "…Seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo”. Não existe conselho melhor que este. E a mulher de Provérbios 31 entendeu muito bem que saber e amor devem andar de mãos dadas.

 

Penso que demonstramos sabedoria também por gestos: um abraço num momento difícil, um beijo de gratidão, se possível os dois afetos cobertos de doçura e admiração, uma vez que estes podem cobrir multidões de palavras. Gostaria de convidar aquelas que não fazem e encorajá-las a terem um momento de reflexão:

 

  • Não deixe seu casamento esfriar: às vezes nos ocupamos demais com atividades de casa, escola, compras, filhos, ignorando completamente aquele a qual nos apaixonamos.

 

  • Valorize seus amigos: você já falou para sua amiga que a ama?

 

  • Elogie seus filhos: mesmo não conseguindo realizar as tarefas tão bem quanto nós, agradeça. E se quer que um dia eles cheguem à sua perfeição, será somente através dos elogios e incentivos a não desistir.

 

Muitas das vezes perdemos tanto tempo tentando fazer o melhor ou dar o melhor, e esquecemos que com o amor, somos capacitadas a fazer o melhor. Seja doce, busque a sabedoria, retribua com elogios, ensine com amor, fale com abraços e se transforme com um sorriso.

 

Com amor,

Miriam Ometto